Skip to Content Skip to Search

Corporativo - Inovação

GSK aposta na cultura do open innovation e intraempreendorismo para se manter na vanguarda de soluções em saúde no Brasil

Dentre as iniciativas está o desenvolvimento de um ecossistema digital colaborativo para otimizar a jornada médico/paciente.

Rio de Janeiro, Fevereiro 2022 – A farmacêutica GSK dá mais um passo rumo à sua transformação digital iniciada em 2018, quando foi criado o #InovaGSK, Programa de Inovação da companhia. Este ano, a multinacional se prepara para lançar uma série de ações que fomentam a cultura do open innovation e do intraempreendedorismo, de forma a se manter na vanguarda de soluções em saúde no Brasil.

No campo do open innovation, a GSK acaba de firmar uma parceria com a Distrito.me, Plataforma de Inovação Aberta, com o objetivo de desenvolver um ecossistema virtual imersivo, que reunirá um amplo portfólio de serviços de alto valor agregado para médicos e profissionais de saúde. A ideia é oferecer ferramentas de apoio ao relacionamento com o paciente e divulgação de conteúdos sobre saúde e prevenção. Outra frente de atuação é em colaboração com a Eretz.bio, incubadora de startups do Hospital Albert Einstein, para estimular pesquisas e projetos nas áreas de Oncologia e Asma, facilitando a jornada de acesso e entregando tratamentos de qualidade de maneira ágil e simples.

“Essas ações demonstram uma evolução da nossa caminhada na transformação digital da GSK. Acreditamos em conexões entre corporações e startups na construção de uma cultura que estimule ideias para resolução dos mais variados problemas”, afirma Mirian Rodrigues, Diretora de Tech da GSK Brasil.

Uma outra linha de aposta da GSK é o intraempreendedorismo e, para isso, em conjunto com a Fábrica de Startups Brasil, aceleradora corporativa que desenvolve Inovação para grandes empresas, foi criado o Projeto Fábrica. Trata-se de um catálago com 10 serviços – dentre cursos, treinamentos e palestras – voltados à Inovação e Design Thinking, que podem ser acionados sob demanda, a qualquer hora, por funcionários da companhia. O objetivo é a capacitação do time para que pensem fora da caixa e tragam soluções cada vez mais inovadoras, que impulsionem o negócio e atendam as necessidade de clientes e consumidores.

A parceria com a Distrito.me também abrange iniciativas voltadas ao intraempreendedorismo e oferece à GSK 50 licenças de acesso a um portal da empresa, que explora tendências nesta área. Os 50 funcionários selecionados para terem acesso à plataforma poderão contribuir com potenciais ideias a serem implementadas na GSK. Duas delas serão escolhidas para um hunting de startups, capazes de executar as soluções propostas. Serão eleitos ainda, 10 Champions da Inovação, colaboradores que ficarão responsáveis por acompanhar e estimular a cultura de Inovação na GSK.

Desde 2018, a GSK vem investindo de forma consistente em iniciativas de simplificação de processos internos e externos, tendo como base inovações tecnológicas. Como parte do #InovaGSK, a companhia lançou há três anos, a chatbot Géssika, assistente virtual com foco em inteligência artificial e atendimento customizado, que auxilia a Força de Vendas em seu relacionamento com os médicos. A abordagem Omnichannel também é uma tendência implementada a partir do #InovaGSK. Trata-se do uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação, sejam offline ou digitais, para compartilhamento de conteúdos.

Ao todo, são mais de 60 ações práticas implementadas em diversas áreas do negócio, que impactaram na agilidade, produtividade, no desenvolvimento profissional e na qualidade de vida dos colaboradores. “Outra novidade para este ano, é a criação de uma nova Unidade de Negócios, que terá uma atuação totalmente digital para interação com médicos e profissionais de saúde, onde a preferência é explorar novos canais. Queremos continuar avançando para levar uma experiência cada vez mais única aos nossos clientes e consumidores”, conclui Mirian.