Posicionamento da GSK contra o surto da doença do vírus Zika

 

Desde que o surto da doença do vírus da Zika começou no continente americano, no ano passado, a GSK  tem avaliado qual a melhor maneira para atender a esta demanda. A Organização Mundial de Saúde declarou que o vírus da Zika, e o aumento de doenças neurológicas e a má formação neonatal associadas com ele, são uma emergência de saúde pública a nível internacional.

Nos últimos meses, temos avaliado a viabilidade de iniciar um programa de descoberta de vacina contra o Zika, com base em nossas plataformas de tecnologia inovadoras para vacina, acreditamos que poderiamos adequá-las a este propósito.

Estas avaliações de viabilidade foram concluídas e estamos agora prepararando estudos de investigação que irão avaliar uma nova tecnologia de vacina contra o Zika conhecida como SAM (self-amplifying mRNA), em colaboração com o Centro de Pesquisa de Vacinas nos Institutos Nacionais de Saúde ( da sigla em inglês - NIH) dos EUA. Acreditamos que esta nova tecnologia pode ter o potencial para induzir a imunidade protetora contra Zika. Este projeto será baseado no mais novo Centro  de Pesquisa e Desenvolvimento de Vacinas  da GSK, em Rockville, Maryland (EUA).

Vamos atuar em parceria com grupos de pesquisa do NIH para explorar este conceito em estudos de laboratório e, se tudo correr bem, para acelerar a nossa capacidade de transição desta tecnologia para um estágio onde uma evidência clínica do conceito possa ser alcançada.

No entanto, a investigação e o desenvolvimento de vacinas é um processo demorado, normalmente levando de 10 a 15 anos. Estudos em laboratório são os primeiros estudos para avaliar o potencial da tecnologia de uma vacina experimental antes que ela possa ser testada em pessoas.

Juntamente com nossos esforços de pesquisa, também estamos trabalhando com nossos parceiros humanitários na região, a Save the Children e a AmeriCares, para apoiar os esforços de prevenção e educação, que são vitais para combater a propagação do vírus a nível comunitário.

O Zika, juntamente com uma série de outros surtos recentes, como o Ebola, mostram que é essencial que o mundo esteja melhor preparado e tenha uma abordagem pró-ativa para identificar e responder a futuras ameaças à saúde pública com antecedência de surtos, a fim de evitar consequências devastadoras para a saúde humana, para economias e para a segurança global.

Como líder global em vacinas, a GSK está empenhada em trabalhar com parceiros e governos que estejam dispostos a avançar no desenvolvimento de vacinas candidatas contra potenciais ameaças globais à saúde pública.

 

Sobre a GSK

Uma das indústrias farmacêuticas líderes do mundo, a GSK está empenhada em melhorar a qualidade da vida humana permitindo que pessoas façam mais, vivam melhor e por mais tempo. Para mais informações, visite www.gsk.com.br