GSK planeja produzir 1 bilhão de vacinas com adjuvante para o combate à Covid-19 até 2021

O anúncio segue a conclusão da revisão global de fabricação e a decisão de investir em capacidade expandida para apoiar múltiplos parceiros 

Londres, maio de 2020 - A GSK confirmou a intenção de fabricar 1 bilhão de doses a partir de sua plataforma tecnológica de adjuvantes para vacinas pandêmicas, em 2021, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento de vacinas adjuvantadas candidatas para a COVID-19, o que pode contribuir significativamente para o enfrentamento da doença a nível gobal.

Como aconteceu na última pandemia de gripe, o adjuvante pandêmico produzido pela GSK reduz a quantidade de proteína necessária por dose de vacina, o que permite que mais doses sejam produzidas e, assim, alcancem e protejam mais pessoas. Além disso, um adjuvante pode melhorar a resposta imune e criar uma imunidade mais forte e duradoura contra infecções.

A companhia priorizou os esforços no sentido de disponibilizar sua tecnologia aos parceiros que estão desenvolvendo uma vacina para a COVID-19 adequada para uso com um adjuvante. Até o momento, a empresa firmou várias parcerias, inclusive com instituições científicas na América do Norte, Europa e China, e está avaliando novos parceiros com pesquisas em andamento.

A confirmação do aumento da capacidade de fabricação segue a conclusão de uma revisão realizada na rede global de suprimentos da empresa. A GSK fabricará, preencherá e finalizará o adjuvante para uso em vacinas COVID-19 fabricadas em locais no Reino Unido, EUA, Canadá e Europa.

O presidente da divisão de Vacinas da GSK, Roger Connor, comenta que “acreditamos que mais de uma vacina será necessária para lidar com essa pandemia e por isso, estamos trabalhando com parceiros em todo mundo. Nossa tecnologia de adjuvantes para vacinas pandêmicas tem o potencial de ajudar a melhorar a eficácia e aumentar a escala de fabricação de várias vacinas COVID-19. Com essa expansão significativa em nossa capacidade de fabricação, podemos fornecer até 1 bilhão de doses vacinas com adjuvante até 2021, ajudando a proteger muito mais pessoas e a apoiar o esforço global no combate ao COVID-19”.

Dada a necessidade sem precedentes de desenvolver vacinas para a COVID-19, a GSK iniciou a fabricação do adjuvante por conta própria e está discutindo com governos e instituições globais sobre financiamento para produção e fornecimento do mesmo.

A companhia está comprometida em disponibilizar seu adjuvante por meio de mecanismos que ofereçam acesso também aos países mais pobres, o que será uma parte essencial desses esforços, incluindo doações, através de trabalho com governos e instituições globais que priorizam o acesso. Com este plano, a GSK não espera lucrar com as vendas de seu portfólio de colaborações para as vacinas Covid-19 feitas durante esta fase de pandemia, pois o lucro gerado será investido no apoio à pesquisa relacionada ao coronavírus e à preparação de resposta à pandemia a longo prazo, por meio de investimentos internos da GSK, ou com parceiros externos.

Sobre a GSK

A GSK é uma empresa global de saúde com foco em ciência e com um propósito especial de ajudar as pessoas a fazer mais, sentir-se melhor e viver mais. Temos três negócios globais que pesquisam, desenvolvem e fabricam medicamentos inovadores, vacinas e produtos de saúde. Nosso objetivo é ser uma das empresas de saúde mais inovadoras, confiáveis e com o melhor desempenho do mundo.